A montaria em touros foi introduzida nos rodeios brasileiros na década de 80 e é grande atração nas arenas hoje em dia. Na montaria em touros é usada a chamada corda americana com polacos (sinos).

O cowboy tem, obrigatoriamente, usar luva de couro na mão que segura a corda. Atualmente é cada vez maior o número de peões que optam também pelo uso de coletes de segurança e capacetes para evitar que acidentes tornem-se ainda mais graves.

A mais popular das modalidades do rodeio, a montaria em touros exige coragem, equilíbrio, flexibilidade, coordenação e reflexo.

Nela, o cowboy só pode usar uma mão para ficar em cima do touro durante os oito segundos exigidos pelo regulamento. Se encostar a mão erguida (mão de equilíbrio) em qualquer parte do corpo ou do animal, é eliminado.

O equipamento utilizado é uma corda - conhecida como corda americana, feita de nylon ou rami/fibra vegetal - que é trançada manualmente e possui alça em que uma das mãos encontra apoio. Esta mesma mão é envolvida pela corda por sua extremidade mais fina, onde o peão faz o ajuste para ter mais firmeza. 
 

Todos os direitos reservados ao Clube Sertanejo (c) 2000 - Os direitos deste Site, Conteúdo, imagens  são de nossa propriedade não podendo ser copiado e nem editado sem prévio consentimento do autor Todos os desenhos e personagens são feitos em parceria com o desenhista  LUIS CARLOS SALGUEIRO não podendo ser reproduzidos nem copiados.

CD ONE Corporation do Brasil (c) 1995