Após Amado Batista, Leonardo também colocou fazenda à venda?  



Não se fala de outra coisa no mundo dos famosos que não seja os valores exorbitantes das duas fazendas colocadas à venda pelo cantor Amado Batista em Cocalinho, no Mato Grosso. Quem quiser se tornar o novo proprietário das fazendas, com área total estimada de 35 mil hectares, terá de desembolar a bagatela de R$ 350 mi. Após o caso vir a público, passaram a surgir rumores nos últimos dias de que o também sertanejo Leonardo estaria desejando se desfazer de sua fazenda Talismã, em Jussara, interior de Goiás. Mas, será que assim como Amado Batista, Leonardo também quer se desfazer de sua fazenda?

O GMC Online mostrou, na última semana, uma reportagem relembrando famosos que aproveitaram a pandemia para se desfazer de patrimônios. No caso de Leonardo, informações veiculadas por sites especializados em negócios do ramo agrícola, o cantor estaria infeliz com a propriedade de mil hectares no Vale do Araguaia, após a morte do amigo de infância Passim, envolvido em um acidente de automóvel.

A propriedade rural, cuja principal atividade é a criação de gado, é avaliada em R$ 60 mi. O nome da fazenda, aliás, é uma referência ao clássico dos anos 1990 Talismã, um dos grandes sucessos de Leandor & Leonardo. Mas o que há de verdade nesses rumores?

Na última sexta-feira, 9, Poliana Rocha, esposa do artista, publicou um stories no Instagram desmentindo a informação e negando que a Fazenda Talismã esteja à venda. “Estão publicando uma notícia, que o Léo está vendendo a fazenda, mas isso é totalmente fake”, afirmou Poliana, que atua como jornalista.

Até o momento, a propriedade do Vale do Araguaia não anunciada em nenhum site de vendas monitorado pela reportagem.




fonte:
Por Redação GMC Online

12/04/2021 17h41 -Atualizado em 12/04/2021 18:53



 

 

 

 

 

Todos os direitos reservados ao Clube Sertanejo (c) 2000 - Os direitos deste Site, Conteúdo, imagens  são de nossa propriedade não podendo ser copiado e nem editado sem prévio consentimento do autor Todos os desenhos e personagens são feitos em parceria com o desenhista  LUIS CARLOS SALGUEIRO não podendo ser reproduzidos nem copiados.

CD ONE Corporation do Brasil (c) 1995